segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

International Academic Network

Incentivando o fortalecimento e engajamento de esforços globais para o enfrentamento do plágio acadêmico, a instituição inglesa Plagiarismadvice.org apresenta um staff de pesquisadores e especialistas comprometidos com o combate ao plágio ao redor do mundo. Veja a lista aqui.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Projeto de lei sobre publicação de TCC

O PLS 199/2012 que propõe alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação com a finalidade de tornar obrigatória a publicação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) estratégia que tem a finalidade de influenciar na redução da ocorrência de plágio mediante a visibilidade pública dos trabalhos feitos pelos estudantes foi incluída na pauta da reunião da Comissão de Educação, Cultura e Esporte que acontecerá neste dia 13/11/2012. Defendemos a iniciativa e desejamos que seja aprovada implementada!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Aberta a temporada de caça ao plágio na Alemanha

A variedade de casos de identificação de plágio em trabalhos acadêmicos de autoridades alemãs tem sido resultado de um movimento que está sendo feito naquele país por pelo menos três comunidades da internet que têm se dedicado a fazer a varredura em busca de similaridades sem a devida identificação das fontes em textos acadêmicos. Estes grupos formados por acadêmicos, pessoas voluntárias e anônimas, tem sido chamados de "caçadores de plágio", são eles: Plagipedi, GuttenPlag e VroniPlag Todas estas iniciativas são importantes, porque incidem contra a banalização do plágio. Entretando é fundamental observar que elas apontam todas para o passado, investigando a ocorrência do plágio em trabalhos que já foram realizados, alguns há mais de 20 anos... Contudo, o enfrentamento do plágio, mais do que uma postura de "caça" precisa ser feita com o propósito de "educação" de quem está aprendendo a escrever ciência de modo que evite esta ocorrência indesejável nos atuais e futuros trabalhos acadêmicos.

Título de doutorado caçado por causa de plágio

O plágio acadêmico na Alemanha vem sofrendo duras derrotas no enfrentamento que tem sido feito no país. Neste ano, uma outra personalidade pública teve o título de doutora caçado porque houve a constatação de plágio em mais de 120 passagens de um total 80 páginas. Veja a notícia completa clicando aqui.

Ministra da Educação é acusada de plágio

Matéria publicada no dia 14 de outubro na revista alemã Der Spiegel aponta a ocorrência de plágio em várias seções da tese de doutorado defendida em 1980 pela Ministra da Educação da Alemanha, Annette Schavan. Clique aqui para mais informações sobre o caso.

Projeto de Lei visa redução do plágio acadêmico

Como apontado no livro "Autoria e Plágio:um guia para estudantes, professores, pesquisadores e editores", publicado pela Editora Atlas, uma das ações eficazes no enfrentamento do plágio acadêmico é a divulgação pública de todos os trabalhos feitos por estudantes. Coincidindo com esta ideia, agora o Projeto de Lei 199/2012 visa institucionalizar legalmente a disponibilidade pública dos trabalhos de conclusão de curso (TCC). A proposta pretende fundamentalmente influenciar na redução da ocorrência de plágio em trabalhos acadêmicos possibilitando que eles sejam evidenciados publicamente. O projeto está na Comissão de Educação Esporte e Cultura para ser votado de onde deverá seguir para a Câmara dos Deputados. Veja o Projeto de Lei CLICANDO AQUI

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Conferência Mundial sobre Plágio

Já estão disponíveis as apresentações feitas por pesquisadores de 26 países diferentes no 5th International Plagiarism Conference que aconteceu em Julho em Newcastle (Inglaterra). Pela primeira vez o evento contou com participação de brasileiros e eu estive lá apresentando dois pôsteres com recentes resultados de pesquisa obtidos. Os resumos dos trabalhos "Plagiarism on the couch: a theoretical analysis in view of Jacques Lacan" e "A Literature review of scientific research and reflections on plagiarism in Brazil since 1990" podem ser CONFERIDOS AQUI!!! Além de poder contribuir no evento, a oportunidade foi excelente para acompanhar a tendência mundial no enfrentamento do plágio. O principal destaque que eu trouxe para o Brasil que apenas está começando a enfrentar o problema é a clareza de que estratégias eficazes adotadas por países que há anos lidam com a ocorrência do plágio no meio acadêmico referem-se ao incentivo para que os estudantes desenvolvam sua capacidade de produção científica. O caminho é educar e não punir!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

A cartada da Samsung poderia ser o celular holográfico

A recente vitória da Apple na batalha judicial contra a Samsung por direitos de patentes pode ter implicações negativas para os consumidores. A reserva de mercado que a empresa norte americana pode por direito obter resultante da exclusividade da comercialização de suas inovações garantirá uma prática de preços sem nenhuma concorrência e consequentemente sem a regulação da "mão invisível" do mercado. Em primeiro lugar, é uma questão legal de direitos de patentes: a Apple poder cobrar o que quiser pelo seus inventos e paga quem puder. Neste caso, como se trata de um produto que não é de primeira necessidade, a discussão sobre a quebra de patentes pode ser difícil, diferentemente do que poderia ocorrer com a produção de um medicamento inovador no combate de alguma doença incurável. Neste caso, o debate envolve questões éticas importantes que extrapolam a questão da Lei. Contudo, há outros aspectos relacionados a esta questão que merecem ser comentados. A preservação do direito de criação e inovação além de proteger o autor original, tem o efeito de estimular a desejável e permanente capacidade de inovação humana, o que pode trazer ganhos importantes e inusitados. Certamente que funcionalidades como o touch dos smartphones revolucionaram a forma de interação e uso destes aparelhos, mas isto absolutamente não significa que tenham sido esgotadas as possibilidades de outras novidades interessantes... Quando eu era criança e assistia os Jetsons, o desenho animado futurista de Hannah-Barbera, achava impressionante a possibilidade de poder conversar com alguém por meio de um monitor. Mas na atualidade isto é uma coisa tão comum que chega a ser banal e não surpreende mais ninguém. Eu que conservo uma imaginação sem limites, fico esperando o dia que surgirá o primeiro smartphone que permitirá que eu converse com meu interlocutor por meio de uma imagem holográfica como no filme Star Wars de George Lucas que eu também assistia na adolescência... Já pensou se a Samsung ao invés de ficar na disputa com a Apple discutindo similaridades, passasse a competir pelo nível de inovação??? O celular holográfico certamente teria um enorme público interessado o que levaria a Apple a pensar em algo ainda mais surpreende para competir. E isto poderia ser muito interessante para todos!

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Evento: Plágio no Ensino Superior

O Sistema Integrado de Bibliotecas da USP em parceria com PlagiarismAdvice.org realizarão o evento PLÁGIO NO ENSINO SUPERIOR: promovendo e discutindo a integridade acadêmica. O evento acontecerá no dia 20 de setembro, das 13h30 às 17h no Auditório da Escola de Educação Física e Esporte. Endereço: Av. Prof. Mello de Morais, 65. Cidade Universitária, São Paulo - SP. As inscrições são gratuitas, mas com número limitado. Para mais informações e inscrições CLIQUE AQUI!

terça-feira, 17 de abril de 2012

Parceiros

Após a publicação do livro "Autoria e Plágio", venho recebendo vários emails de internautas que conheceram a obra e estão utilizando ela na prática acadêmica. Entre eles, destaco o trabalho relacionado à prática de pesquisa que é feito pelo prof. Alejandro Knaesel Arrabal (http://www.praticadapesquisa.com.br/) e pelo prof. Alexandre Alcântara (http://www.alcantara.pro.br/). Em ambos os endereços, é disponibilizado pelos autores conteúdos específicos das suas áreas de interesse científico úteis para pesquisadores em geral.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Convite


Tenho a alegria de convidá-lo para o lançamento do meu livro "Autoria e Plágio: um guia para estudantes, professores, pesquisadores e editores." Esta publicação é parte dos resultados obtidos com as pesquisas que venho realizando no Doutorado na FEUSP.

O evento acontecerá no dia 03 de abril (terça-feira), das 18 às 21h na Livraria da Vila (Alameda Lorena, 1731 - Piso Superior).

Conto com o seu apoio e participação!!!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Matéria sobre plágio e fraude nas humanidades

Na Edição 289 da Revista Ciência Hoje, o Prof. Ivan Domingues (UFMG) discute algumas características e implicações destas duas práticas desonestas no trabalho de produção científica. Embora traga exemplos da área das ciências naturais, o foco do autor concentra-se na reflexão relacionada às humanidades. Importante destacar a análise sistêmica que o autor faz sobre os temas, observando que são problemáticas influenciadas por aspectos como pressão por resultados e interesses financeiros com a produtividade científica. Contudo, não concordo com o autor na dificuldade em reconhecer o autoplágio como prática desonesta: ainda que ninguém possa "roubar de si mesmo", o reaproveitamento dos próprios estudos em situações acadêmicas diferentes sem que isto seja de conhecimento público, é no mínimo um oportunismo com segundas intenções na qual o conhecimento fica em segundo plano. Além disso, tenho opinião contrária ao autor para quem a "precipitação, a repetição e o requentamento[...] não cabem diretamente nessas categorias [plágio e fraude]". O autor equivoca-se porque pressupõe que o plágio e a fraude são ações mobilizadas apenas pela intencionalidade do sujeito, o que nessas ações ele considera ser algo inexistente porque se trata de situações envolvidas por um engano coletivo. Entretanto, compartilho com a opinião da comunidade internacional para quem mesmo no caso acidental, a ocorrência de plágio é responsabilidade do autor. Como no âmbito jurídico, a ausência de intenção não absolve da ocorrência do dano causado.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Gabriel Chalita e o autoplágio

Reportagem da Folha apresenta caso de autoplágio envolvendo o deputado federal e pré-candidato a prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Publicação de artigo científico

Já está disponível no Scielo o artigo científico "Abordagem do plágio nas três melhores universidades de cada continente e do Brasil" que saiu publicado no número 48 da Revista Brasileira de Educação. Entre os resultados do trabalho está a evidente disparidade nas medidas de enfrentamento do plágio adotadas nas instituiçoes de ensino brasileiras comparadas às instituiçoes do mundo inteiro.
Leia o artigo na íntegra, clicando aqui.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Livro Autoria e Plágio


O livro “Autoria e plágio: um guia para estudantes, professores, pesquisadores e editores.” São Paulo: Atlas, 2012, é uma publicação inédita no Brasil que trata o plágio de forma didática, constituindo-se numa obra de auxílio para o esclarecimento de dúvidas decorrentes do processo de redação de trabalhos acadêmicos e científicos. Consulte aqui mais informações sobre o livro.